quinta-feira, 24 de março de 2011

Gênese de "Regresso"

Um Regresso necessário

       Não saberia quantificar, mas certamente a esmagadora maioria da população brasileira jamais teve a oportunidade de sair do país, incluindo este atrevido escrevinhador.  Mas, assim mesmo, é necessário que uma esmagadora maioria de brasileiros regresse a nossas origens, voltando a valorizar a nossa história, os nossos costumes, as nossas Letras e a nossa música, pois nos encontramos à deriva, navegando em águas alheias no oceano cultural.
       Citando localidades, ritmos, frutas e objetos tupiniquins, “Regresso”  foi concebida como um poema, que ainda pretendo publicar em livro. Isso foi mais ou menos em 1998 e, curiosamente, me lembro de haver declamado esse texto em um evento no Colégio São José. O apresentador era José Farid Zaine e o número seguinte era de ninguém mais, ninguém menos que o Emanuel. Foi a primeira vez que participamos juntos de um evento, e mal nos conhecíamos.  Anos depois, em 2007, passei a ele o poema “Regresso”, sem ter idéia de qualquer tipo de melodia. O resultado foi maravilhoso, pois a linha melódica traduz  com precisão o sentimento da letra. Um necessário e prazeroso regresso a uma esquecida brasilidade: Diga sempre eu te amo e menos I Love You! 
Otacílio Monteiro, poeta brasileiro

3 comentários:

  1. Sem dúvida nenhuma, é a minha canção preferida dessa nossa parceria!

    ResponderExcluir
  2. ADOREI!!!BEIJÃO PARA TODOS!
    TERÊ

    ResponderExcluir